POR QUE, PARA QUEM E COMO VOCÊ SE VESTE?

Meninas, "papo cabeça" agora, mas é light, algo mesmo para pensarmos positivamente.

Sabem, eu amo moda, cores e decoração desde....sempre! Sim, desde que era pequenina, bem criança mesmo, pois eu sempre amei lápis de cor de 48 cores da Faber Castell (isso era o must nos anos 70 e 80), canetinhas Sylvapen de 50 cores (isso era o paraíso), revista Casa Cláudia, Manequim e Capricho (eram as que existiam na minha infância e adolescência). Sempre!!!! Sempre me vesti de forma diferente, aderi à moda dos lenços enrolados e presos na testa a la "Olivia Newton John", vestia pink com azul céu, amarelo ouro com azul Bic, marinho com mostarda, calçava All Star Converse com calça social, fui a primeira a usar polainas na minha escola (eu que tinha tricotado), jardineira, etc. Porém, contudo, no entanto, tanta "criatividade e espontaneidade" tiveram seu preço - para mim. Nunca fui, digamos, "aceita", porque causava muito estranhamento às pessoas, antecipava tendências (porque lia e leio muitas revistas) e tudo o que a maioria das garotas e adolescentes quer é ser como as amiguinhas - pelo menos, eu queria e queria não ser ridicularizada o tempo todo! Bem, mudei, mudei até chegar aos "padrões aceitáveis para deixar de ser piada", aderi aos terninhos com camisas, scarpins super pontudos, mas não resistia e mantinha (mantenho) os cabelos vermelhos e com cortes irregulares, não, isso eu mantive. Foi preciso muito questionamento - e muitos anos - para entender o que se passava - que pena, não seria necessário, bastava ser "eu mesma" e pronto!! mas ninguém me disse que eu podia ser "eu mesma e pronto". Faltou instrução, faltou construção de auto-estima!

Sabem, há alguns dias, eu estava lendo os posts do Facebook, e dei "de cara" com uma crítica feroz feita por uma uma pessoa muito influente na mídia ao look de uma moça X e fiquei pensativa...... Por que alguém critica ferozmente, gratuitamente, usa palavras de tão forte apelo para criticar o estilo e o jeito de vestir de outras pessoas? Por que? Por que as pessoas eram tão "malvadas" ou "ácidas" comigo quando eu ia para a escola parecendo a Olívia Newton John? ahahahahahahaha só por isso? Elas podiam só não gostar e pronto. Será isso preconceito, pré-conceito? Não sei....

Hoje eu entendo tudo!!
"And I really don´t care about other´s people thoughts or opinions!
Eu realmente não me importo com a opinião dos outros sobre o que eu visto!!!!

Gente, alguém que se veste assim ou assado pode ter vários motivos e o MAIOR deles é: esta pessoa QUER e ninguém tem nada com isso. Vejo críticas destrutivas desnecessárias e fico triste porque somos ácidos com amigas(os), filhas(os), desconhecidas(os) de forma tão gratuita. Vou dar um exemplo:

Estão vendo este look abaixo? Achei lindo!!
Tá, não achei "lindo", digo, achei diferente, ela quis, ela montou, ela vestiu e ela usou. Pronto!
Simples assim! Eu acho!


Se alguém é ridículo, feio, gordo, magro demais, colorido demais, extravagante demais...
What the hell!!? Eu não tenho nada a ver com isso!!!!!

Este monte de coisas? Pode ser ridículo, mas eu admiro "quem segura" um look assim, lindo!

Olha esta manga enorme, linda!!!

E estes looks da blogueira do MenRepeller.com abaixo? Amei!

Ela é corajosa, dá as caras mesmo e não está nem aí. Alguém que se veste de forma fora do "comum" quer aparecer ou quer simplesmente "brincar com seu look, seu corpo, seu visual" - simples assim! Qual o problema disso? Esta é minha pergunta desde sempre! Sim, respondendo a possíveis perguntas, Sim, eu acredito em limites, claro, e se tem um em que acredito é o do pudor. Usar uma roupa que é um atentado ao pudor, sim, neste limite, eu creio, afinal, não somos obrigadas a ficar vendo "partes íntimas" das pessoas sem ter solicitado a tal imagem, por isso existem coisas que fazemos/usamos em "público" e outras que fazemos/usamos somente em ambiente "privado", não é?



Por isso, hoje, sem pensar se alguém vai achar over, ridículo, too much; sem me importar se alguém vai olhar esquisito para mim, vai rir, tirar um barato com a minha cara ou não, vou usar minha sandália gladiadora dourada super espalhafatosa, com uma saia envelope maravilhosa amarelo ouro que tem um laço na cintura (eu que fiz a saia ;-) ) com uma camiseta fofa azul marinho, brincos enormes e cabelos super encaracolados vermelho-paixão! Ah...maquiagem linda também, com a base mais maravilhosa do mundo que eu comprei da marca Shiseido (putz, é a melhor de todas as que usei em minha vida de 42 anos rsrsrs)

Agora, a pergunta que não quer calar:  E você,  

POR QUE, PARA QUEM E COMO VOCÊ SE VESTE?
Não precisa responder, é só para pensar (se quiser, claro)


PS1: para quem não conhece, segue a foto do look "Oliva Newton John" ahahaha


PS2: como consegui me sentir assim, com o botão do F. apertado? Devo isso ao meu esforço pessoal com a imensa e inestimável ajuda da minha querida Marina Vasconcellos, né, Marina?

Beijos, beijos e obrigada pela visitinha!
Carmen Martins
PS: neste blog ainda não se adotam as novas regras de ortografia

14 comentários:

  1. Marina Vasconcellos24 de janeiro de 2014 12:47

    Boa, Carmen, adorei! Enquanto lia imaginava você falando, gesticulando, rindo... Parabéns, é isso aí: seja VOCÊ MESMA e seja FELIZ!! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sabe que eu devo esse sentimento atual a duas pessoas: a mim e a você. Te amo!
      bjs
      Carmen

      Excluir
  2. Michele B. Martins24 de janeiro de 2014 14:22

    Post Perfeito!!!
    Bjo

    ResponderExcluir
  3. Amei este post! Me vi nele em algumas situações! bjo!

    ResponderExcluir
  4. Oi Carmem! Sigo seu blog já algum tempo e adoro! Adoro as suas dicas e seu jeito de escrever. E hoje me identifiquei MUITO com o post. Vivi também tudo isso, os lápis de cor, as canetinhas, as revistas, e neste exato momento estou usando as minhas Polainas, rsrsrs (porque aqui em Oklahoma está um frio danado e porque eu adoro!) E quantas vezes deixei de usar coisas que adorava porque não iam ser aceitas...e o pior é que isso nos acompanha pela vida. Mas lendo seu post já fiquei mais confiante!
    Beijão e um ótimo final de semana pra você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Lory, que bom que vc curtiu e se identificou! Para me aceitar 100% foram necessários anos de terapia "forte" kkkkk agora tenho um "palitinho enfiado no botão Fuc$#%**" if you know what I mean hehehehehehe beijinhossssssss

      Excluir
  5. Que post liiiiindo maravilhoso, somos irmãs! rs rs

    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lay!!!!!!!!!!! Sabia disso rsrsrsrs não tinha contado nada pra vc ainda, mas sabia que éramos irmãs, kkkk sua linda!

      PS: há alguns dias, fui visitar teu blog e não consegui. Há algum outro endereço? Bjs, Carmen

      Excluir
  6. Oi linda! Amo seus blogs!!!! Também era(sou) apaixonada por lapis de cor, canetinhas e revistas, rs também me questiono sobre isso, porque as pessoas se importam tanto com o que os outros vestem???? E por que se sentem no direito de opinar de modo agressivo??? amo programas como esquadrão da moda mas aí é diferente,por que eles ensinam respeitando o estilo da pessoa,né hoje em dia me visto pra mim, amo retrô, vestidos,florais.... O importante é saber quem se é, e não vamos ligar para o que dizem de nós!!!! <3

    ResponderExcluir
  7. Carmen, fazia tempo não passava por aqui, senti saudades de ler vc falando de moda, caí direto neste texto tão bacana, tão cheio de verdades, mais do que isso uma lição de respeito ao gosto e as diferenças das pessoas. Eu me visto pra mim, sempre foi assim, o estilo depende do meu momento, dá para perceber direitinho meu estado de espírito e minhas intenções.rsrs Bjos, querida

    ResponderExcluir

Seja bem-vinda!
Por favor, use este espaço somente para COMENTÁRIOS,tá?
obrigada
bjs
Carmen